Clipping Internacional (22/10 – 28/10)

Neste clipping, reunimos as principais notícias internacionais da semana: a misteriosa retirada de ex-presidente da China de reunião do Partido Comunista; Xi Jinping é confirmado como líder pelos próximos 5 anos na China; Irã processa 315 pessoas por conexão com protestos, e quatro podem ser condenadas à morte; Rishi Sunak assume como novo premiê britânico; Rússia simula contra-ataque nuclear e dobra aposta em cruzada contra Ucrânia; Espanha e Chile vão acompanhar negociações de paz com última guerrilha da Colômbia; Irã se recusa a liberar corpos de manifestantes mortos; e mais.

Sábado, 22 de outubro de 2022

A misteriosa retirada de ex-presidente da China de reunião do Partido Comunista/BBC (22.10)

“Imagens mostrando Hu Jintao, ex-presidente da China, sendo retirado do palco no Grande Salão do Povo em Pequim durante o Congresso do Partido Comunista chamaram a atenção do mundo enquanto as pessoas tentam descobrir o que aconteceu.”

“A Rússia lançou uma nova série de ataques contra a Ucrânia neste sábado, provocando novos cortes no fornecimento de energia a milhares de pessoas — segundo o presidente Volodymyr Zelensky, foram pelo menos 36 mísseis lançados nas últimas horas. A sequência de bombardeios ocorre em um momento crítico para os russos na região de Kherson, principal foco da contraofensiva ucraniana, e onde as autoridades pró-Moscou estão organizando uma ampla retirada de civis.”

“O governo de extrema direita liderado por Giorgia Meloni tomou posse na manhã deste sábado na Itália perante o presidente da República, Sergio Matarella. A líder do partido pós-fascista Irmãos da Itália (FdI) é a primeira mulher a ocupar a cadeira de premier no país.”

Domingo, 23 de outubro de 2022

Xi Jinping é confirmado como líder pelos próximos 5 anos na China/G1 (23.10)

“O presidente da China Xi Jinping foi reeleito o secretário-geral do Partido Comunista Chinês e deve ocupar o cargo pelos próximos cinco anos. O anúncio foi feito neste domingo (23), pelo próprio presidente, ao fim do 20° Congresso do partido. Este é o terceiro mandato seguido de Xi, consolidando seu poder na liderança do país.”

“Há 11 dias, o burburinho do almoço começou mais cedo no bar Una Grande Libre, em Madri. As mesas tinham sido reservadas vários dias antes, e havia um clima de excitação entre os comensais. Era a festa nacional da Espanha, o 12 de outubro, quando muitos — sobretudo os conservadores — comemoram a chegada de Colombo à América, marco zero de um já extinto império ibérico global. Entre a quase totalidade de espanhóis celebrando, destacava-se a família do dono do local, o imigrante chinês Chen Xianwei.”

Putin leva milhares de crianças ucranianas à Rússia para serem adotadas/Folha (23.10)

“Ao mesmo tempo em que as tropas de Vladimir Putin sitiaram Mariupol, no início da Guerra da Ucrânia, as crianças da cidade fugiram de lares comunitários e internatos bombardeados.”

Segunda-Feira, 24 de outubro de 2022

“Mais de 300 pessoas foram processadas em Teerã em conexão com os protestos pela morte da jovem curda de 22 anos Mahsa Amini, em meados de setembro, e quatro delas podem enfrentar a pena de morte, anunciaram as autoridades iranianas nesta segunda-feira.”

Qatar pratica crimes contra pessoas LGBTQIA+ às vésperas da Copa, diz ONG/Folha (24.10)

“A polícia do Qatar deteve arbitrariamente e cometeu abusos contra integrantes da comunidade LGBTQIA+ antes da Copa do Mundo, denunciou a ONG Human Rights Watch (HRW) em relatório divulgado nesta segunda-feira (24).”

“Diplomatas do alto escalão de França, Reino Unido e Estados Unidos emitiram nesta segunda-feira uma rara declaração conjunta para rejeitar a alegação da Rússia de que a Ucrânia estaria se preparando para usar uma “bomba suja” no seu próprio território. De acordo com os representantes de três dos principais aliados de Kiev, este seria um pretexto que Moscou inventou para justificar uma escalada da guerra.”

EUA impõem nova rodada de sanções a ditadura de Daniel Ortega na Nicarágua/Folha (24.10)

“O presidente dos EUA, Joe Biden, assinou nesta segunda-feira (24) um decreto que aumenta a pressão econômica sobre o regime do ditador da Nicarágua, Daniel Ortega.”

Justiça peruana manda libertar cunhada de Pedro Castillo, presa desde agosto/O Globo (24.10)

“A Justiça peruana revogou a prisão preventiva decretada contra a cunhada do presidente Pedro Castillo, Yenifer Paredes, presa desde agosto acusada de integrar uma suposta rede de corrupção dirigida pelo líder peruano.”

Terça-Feira, 25 de outubro de 2022

Trump injeta dinheiro em candidatos republicanos nos EUA às vésperas de eleição/Folha (25.10)

“Nas semanas finais da campanha pelas chamadas midterms de 2022, candidatos republicanos ao Senado encontraram um benfeitor inesperado: o ex-presidente Donald Trump.”

Rishi Sunak assume como novo premiê britânico; veja como será a cerimônia/G1 (25.10)

“Depois do anúncio de que Rishi Sunak será o primeiro-ministro do Reino Unido, ele passa, nesta terça-feira (25) pelo protocolo que o empossa no cargo. Sunak deverá ser recebido pelo rei Charles III, que, seguindo os protocolos da Constituição britânica, vai pedir que o milionário filho de indianos forme um governo.”

Europa propõe criar ‘novo plano Marshall’ para Ucrânia e trata país como membro da UE/Folha (25.10)

“O primeiro-ministro da Alemanha, Olaf Scholz, disse nesta terça-feira (25) que a Europa planeja um plano bilionário para ajudar a reconstruir a Ucrânia após a guerra. Em uma conferência em Berlim, líderes da União Europeia trataram Kiev como membro do bloco, atiçando tensões com Vladimir Putin, que usa a expansão do grupo para perto de suas fronteiras como uma das justificativas para a invasão do vizinho.”

“Seis palestinos morreram e 20 ficaram feridos, nesta terça-feira, na operação mais letal das forças de Israel na Cisjordânia neste ano. O alvo principal foi a sede em Nablus da Toca dos Leões, um novo grupo de jovens combatentes envolvidos em ataques recentes contra forças israelenses. Na cidade, no Norte do território ocupado, o Ministério da Saúde palestino informou que cinco pessoas foram mortas, entre elas Wadih al-Hur, tido como um dos líderes da Toca dos Leões.”

Quarta-Feira, 26 de outubro de 2022

“O governo alemão apresentou, nesta quarta-feira, uma proposta de legalização do uso recreativo da maconha por adultos. O projeto determina que a produção e o comércio da cannabis fiquem sujeitas ao “controle público”, por meio de licenças, além de permitir a compra e a posse “de uma quantidade máxima de 20 a 30 gramas” para consumo pessoal, anunciou o ministro da Saúde, Karl Lauterbach, em entrevista coletiva. O uso da droga por menores de 18 anos seguiria estritamente proibido.”

Rússia simula contra-ataque nuclear e dobra aposta em cruzada contra Ucrânia/Folha (26.10)

“Sob a supervisão de Vladimir Putin, a Rússia ensaiou uma resposta a um eventual ataque nuclear nesta quarta-feira (26), em um exercício que envolveu submarinos nucleares, bombardeiros Tu-95 e mísseis balísticos, nas regiões de Kamchatka, no extremo leste, e no mar de Barents, no Ártico.”

“Mergulhado no caos e na violência de gangues rivais, o Haiti agora se vê também diante do ressurgimento do cólera, doença que matou mais de 10 mil pessoas na última década, mas foi considerada erradicada em fevereiro, após três anos sem o país registrar nenhum caso. Na terça-feira, a ONU alertou para um “aumento claro” de ocorrências da enfermidade — que pode ser mortal — depois que as notificações de suspeita de incidência quase dobraram em quatro dias.”

Casamento LGBTQIA+ passa a ser legal em todo o México após aprovação em Tamaulipas/Folha (26.10)

“O casamento LGBTQIA+ agora é legal em todo o México. A mudança se deu porque o único dos 32 estados do país que ainda não reconhecia o matrimônio entre pessoas do mesmo sexo, Tamaulipas, aprovou uma legislação reconhecendo o direito nesta quarta-feira (26).”

Quinta-Feira, 27 de outubro de 2022

“Espanha e Chile “serão países acompanhantes” das negociações de paz entre o governo colombiano e os guerrilheiros do Exército Nacional de Libertação (ELN), que serão retomadas em novembro, informou nesta quinta-feira o chanceler colombiano, Álvaro Leyva, em um fórum internacional em Buenos Aires.”

Xi Jinping pede diálogo entre China e EUA para ‘proteger paz global’/Folha (27.10)

“O líder da China, Xi Jinping, disse nesta quinta-feira (27) que seu país e os Estados Unidos precisam encontrar formas de entendimento para proteger a paz e o desenvolvimento global. A declaração foi veiculada pela estatal CCTV, maior rede de televisão da nação asiática.”

“O primeiro de muitos problemas que o novo primeiro-ministro do Reino Unido, Rishi Sunak, herdou, está prestes a explodir em suas mãos. Uma tentativa de última hora para superar meses de bloqueio político na Irlanda do Norte, em consequência das disposições especiais aplicadas a este território britânico após o Brexit, fracassou nesta quinta-feira, tornando inevitável a convocação de novas eleições.”

“O risco de um cataclisma não tem sido suficiente para convencer os países a adotar políticas climáticas mais ambiciosas, mostra um relatório divulgado nesta quinta-feira pela Organização das Nações Unidas (ONU). Os compromissos assumidos no último ano reduzem em menos de 1% as emissões de gases-estufa projetadas para 2030, e não há um “caminho plausível” para limitar o aumento da temperatura global a 1,5ºC até o fim do século — se as medidas atualmente em vigor não forem reforçadas, o aquecimento pode chegar a 2,8ºC.”

Israel e Líbano selam acordo marítimo, e Hizbullah encerra ameaça de ataque/Folha (27.10)

“Israel e Líbano selaram nesta quinta-feira (27) um histórico acordo para resolver a antiga disputa sobre suas fronteiras marítimas. O documento não altera as relações bilaterais entre as duas nações que, tecnicamente, estão em guerra, mas tem potencial de desbloquear a exploração de gás no mar Mediterrâneo.”

Sexta-Feira, 28 de outubro de 2022

Homem invade casa de presidente da Câmara dos EUA e agride marido da democrata/Folha (28.10)

“Um homem invadiu a casa da presidente da Câmara dos EUA, Nancy Pelosi, na madrugada desta sexta-feira (28) e agrediu o marido da democrata, que foi hospitalizado, afirmou o gabinete da deputada. O agressor foi preso e ainda não está clara a motivação do ataque.”

“A Rússia anunciou nesta sexta-feira que concluiu a retirada de civis de Kherson, enquanto o Exército ucraniano tenta recuperar a cidade, capital da província de mesmo nome no Sul da Ucrânia, que antes da guerra tinha cerca de 288 mil habitantes. Considerada um dos grandes troféus da guerra de Vladimir Putin, Kherson está ocupada pela Rússia desde os primeiros dias do conflito e as autoridades locais pró-Moscou prometeram transformá-la em uma “fortaleza” para resistir à ofensiva ucraniana na região, cuja anexação à Federação Russa foi anunciada por Putin em 30 de setembro.”

Irã se recusa a liberar corpos de manifestantes mortos, diz ONU/Folha (28.10)

“O Alto Comissariado de Direitos Humanos da ONU afirmou nesta sexta-feira (28) que o Irã se recusa a liberar corpos de alguns dos manifestantes mortos na onda de protestos que mobiliza o país desde a morte de Mahsa Amini, há pouco mais de um mês.”

Autor: Heloísa Cristina Ribeiro

Heloísa Cristina Ribeiro é bacharel em Ciências e Humanidades e Graduada em Relações Internacionais pela Universidade Federal do ABC. Foi membro do Grupo de Estudos do Sul Global (GESG/UFABC), do comitê Gestor de Direitos Humanos da UFABC e atuou como Diretora de Assuntos LGBT do Diretório Central dos Estudantes na mesma instituição. Atualmente integra o time de Estudos e Pesquisas da Fundação Podemos.

Esse conteúdo não representa, necessariamente, a opinião da Fundação Podemos.