Destaques da Semana (13/08 – 19/08)

Neste clipping, reunimos as principais notícias nacionais da semana: urna eletrônica reduziu votos inválidos em 82%, diz estudo; quase 1,6 mil militares receberam mais de R$ 100 mil líquidos por mês este ano; Fachin atende Defesa, amplia prazo e inclui 9 militares em grupo que inspeciona urnas no TSE; PF diz ao Supremo Tribunal Federal que Bolsonaro cometeu incitação ao crime quando associou vacina da Covid à Aids; TSE libera dados de candidatos, e Moraes tem 1a vitória na presidência; e mais.

Sábado, 13 de agosto de 2022

Em live com Janones, Lula garante que, se eleito, manterá auxílio em 2023/CNN (13.08)

“O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) garantiu, neste sábado (13), que, se eleito, manterá o Auxílio Emergencial no valor de R$ 600 em 2023. A afirmação foi feita durante uma live com o deputado federal André Janones (Avante-MG) e se referia ao pagamento do Auxílio Brasil, programa de transferência de renda que substituiu o Bolsa Família.”

Domingo, 14 de agosto de 2022

Urna eletrônica reduziu votos inválidos em 82%, diz estudo/Poder360 (14.08)

“A urna eletrônica reduziu em 82% o número de votos inválidos nos pleitos, o que era comum na época em que as pessoas votavam por meio de cédula de papel. Muitas vezes o erro ou a rasura impediam a contagem de um voto como válido, segundo artigo publicado por Marcus André Melo, professor da UFPE (Universidade Federal de Pernambuco) e ex-professor visitante do MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts) e da Universidade Yale (EUA).”

Lula deve evocar liberdade de culto contra investida bolsonarista/Poder360 (14.08)

“O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), candidato ao Palácio do Planalto, deve evocar a liberdade de culto para responder a comentários sobre a vinculação do ex-presidente e de sua mulher, Janja, com religiões de matriz africana. As falas, proferidas por bolsonaristas, têm potencial de provocar desgaste de Lula junto a setores evangélicos.”

Protagonismo de Michelle expõe uso ampliado da religião na campanha/Estadão (14.08)

“A fé ultrapassou a pregação do altar para pautar discurso político na campanha eleitoral pelo Planalto – palácio “consagrado a demônios” antes da posse de Jair Bolsonaro (PL), segundo a primeira-dama Michelle. Manifestações da mulher do presidente e de aliados puseram em alerta analistas e políticos para os riscos da intolerância religiosa, enquanto o núcleo de campanha de reeleição de Bolsonaro tenta minimizar o impacto dos episódios.”

Sob Bolsonaro, desmatamento atinge bolsões antes preservados na Amazônia e no cerrado/Folha (14.08)

“O desmatamento no Brasil nos anos Bolsonaro não só cresceu em área, na comparação com os quatro anos anteriores ao seu governo, como atingiu locais até então pouco ou nada desmatados. Ampliou a fronteira de expansão agrícola para além do arco do desmatamento e penetrou mais na floresta, explodiu em cidades no cerrado em poucos anos e atingiu mais da metade dos municípios de todo o país.”

Segunda-Feira, 15 de agosto de 2022

Ipec: Lula tem 44% e Bolsonaro 32% no 1° turno de 2022/G1 (15.08)

“Pesquisa Ipec divulgada nesta segunda-feira (15), encomendada pela TV Globo, mostra o ex-presidente Lula (PT) com 44% das intenções de voto e o presidente Jair Bolsonaro (PL) com 32% na eleição para a Presidência da República em 2022.”

Quase 1,6 mil militares receberam mais de R$ 100 mil líquidos por mês este ano/Estadão (15.08)

“De janeiro a maio deste ano, 1.559 militares das três Forças Armadas tiveram pagamentos líquidos de mais de R$ 100 mil por mês. Juntos, os profissionais receberam R$ 262,5 milhões já depois dos descontos, como Imposto de Renda e contribuição para a Previdência dos militares.”

Moraes dá cinco dias para a União e os estados detalharem o combate à Monkeypox/Carta Capital (15.08)

“O ministro do Supremo Tribunal Alexandre de Moraes estabeleceu nesta segunda-feira 15 o prazo de cinco dias para o governo de Jair Bolsonaro (PL) e gestões estaduais indicarem as medidas de prevenção e combate à Monkeypox.”

Terça-Feira, 16 de agosto de 2022

Teto de gastos inibe investimentos para recuperar educação, aponta audiência pública no Senado/Carta Capital (16.08)

“O Brasil tem sofrido para recuperar a infraestrutura educacional no cenário pós-pandêmico, devido aos poucos recursos orçamentários disponíveis. Essa foi a conclusão de audiência pública feita nesta segunda-feira (15) pela subcomissão temporária da Comissão de Educação (CE) que debate as ações que o país deve tomar visando à melhoria do ensino, especialmente após a pandemia de covid-19, que agravou os problemas do setor.”

Da creche ao ensino médio, 17% dos brasileiros estão em escolas particulares/Folha (16.08)

“Educação no Brasil é praticamente sinônimo de escola pública. Da creche ao ensino médio, 82,9% das matrículas são de instituições municipais, estaduais ou federais. Isso quer dizer que, dos mais de 42,6 milhões de crianças e jovens matriculados no país, mais de 35,3 milhões estão em instituições públicas. Pouco mais de 7,2 milhões são os brasileiros que pagam para estudar nesses níveis escolares, 17,1% do total.”

Fachin atende Defesa, amplia prazo e inclui 9 militares em grupo que inspeciona urnas no TSE/Folha (16.08)

“No último dia como presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), o ministro Edson Fachin atendeu a pedido do Ministério da Defesa e autorizou a entrada de nove militares no grupo que inspeciona o código-fonte das urnas eletrônicas.”

Em discurso de posse no TSE, Moraes defende urnas eletrônicas, diz que eleição é ‘orgulho nacional’ e é aplaudido de pé/G1 (16.08)

“Em discurso durante sua posse como presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), na noite desta terça-feira (16), o ministro Alexandre de Moraes fez uma defesa da urna eletrônica e do sistema eleitoral e foi aplaudido de pé pelos mais de 2 mil convidados no plenário da Corte.”

Comissão do Senado aprova relatório que reforça pedido de afastamento do chefe da Funai/G1 (16.08)

“A comissão externa do Senado que acompanhou as investigações sobre o assassinato do indigenista brasileiro Bruno Pereira e do jornalista inglês Dom Phillips aprovou nesta terça-feira (16) o relatório que, entre outros pontos, reforça o pedido de afastamento do presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai), Marcelo Xavier da Silva.”

Quarta-Feira, 17 de agosto de 2022

Exclusivo. Empresários bolsonaristas defendem golpe de Estado caso Lula seja eleito; veja zaps/Metrópoles (17.08)

“Empresários apoiadores de Jair Bolsonaro passaram a defender abertamente um golpe de Estado caso Lula seja eleito em outubro, derrotando o atual presidente. A possibilidade de ruptura democrática foi o ponto máximo de uma escalada de radicalismo que dá o tom do grupo de WhatsApp Empresários & Política, criado no ano passado e cujas trocas de mensagens vêm sendo acompanhadas há meses pela coluna. A defesa explícita de um golpe, feita por alguns integrantes, se soma a uma postura comum a quase todos: ataques sistemáticos ao Supremo Tribunal Federal (STF), ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e a quaisquer pessoas ou instituições que se oponham ao ímpeto autoritário de Jair Bolsonaro.”

Quaest: Diferença de Lula e Bolsonaro é de 12 pontos após Auxílio de R$ 600/UOL (17.08)

“Pesquisa da Quaest Consultoria realizada face a face, contratada pela Genial Investimentos e divulgada hoje, apontou que os efeitos dos pagamentos do Auxílio Brasil no valor de R$ 600 não afetaram os desempenhos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e do presidente Jair Bolsonaro (PL) frente aos eleitores, ao menos por enquanto.”

PF diz ao Supremo Tribunal Federal que Bolsonaro cometeu incitação ao crime quando associou vacina da Covid à Aids/G1 (17.08)

“A Polícia Federal afirmou ao Supremo Tribunal Federal (STF) que o presidente Jair Bolsonaro cometeu incitação ao crime ao associar a vacina contra a Covid-19 ao risco de desenvolver Aids.”

Governo amplia isenção de impostos a pastores em meio a campanha que mira evangélicos/Folha (17.08)

“A Receita Federal decidiu adotar uma interpretação da legislação que, na prática, amplia o alcance da isenção de contribuições previdenciárias sobre a remuneração de pastores, em uma medida que favorece diretamente aliados do presidente Jair Bolsonaro (PL).”

Amazônia Legal tem o maior desmatamento em 15 anos, aponta Imazon/G1 (17.08)

“O Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon) anunciou nesta quarta-feira (17) que a área de floresta desmatada da Amazônia Legal em 2022 foi a maior dos últimos 15 anos.”

Quinta-Feira, 18 de agosto de 2022

TSE libera dados de candidatos, e Moraes tem 1a vitória na presidência/UOL (18.07)

“Na primeira sessão como presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), o ministro Alexandre de Moraes contabilizou uma vitória: conseguiu convencer os colegas a liberar dados de candidatos que estavam parcialmente sigilosos no sistema de consulta do tribunal. Por seis votos a um, o plenário decidiu que apenas podem ficar encobertos dados que protegem a intimidade dos candidatos – como endereço residencial, telefone pessoal e e-mail.”

Datafolha: Bolsonaro avança, e vantagem de Lula agora é de 15 pontos no 1º turno/Folha (18.07)

“No início oficial de uma campanha eleitoral que já dura meses na prática, o presidente Jair Bolsonaro (PL) reduziu a diferença para o líder da corrida no primeiro turno da eleição de outubro, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), para 15 pontos. Em maio, a distância era de 21 pontos e, em julho, de 18.”

Fux suspende decisão de desembargador do TRF1 que tornava Eduardo Cunha elegível/G1 (18.07)

“O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Luiz Fux, tornou sem efeito nesta quinta-feira (18) a decisão que, na prática, suspendeu a inelegibilidade do ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha.”

Nova Lei de Improbidade pode beneficiar acusados, diz STF/Poder360 (18.07)

“Por 7 a 4, os ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) decidiram que as mudanças na nova Lei de Improbidade Administrativa podem ser aplicadas para beneficiar políticos com casos em andamento acusados na modalidade culposa (sem intenção).”

Sexta-Feira, 19 de agosto de 2022

Petrobras busca o ‘novo pré-sal’ no litoral do Amapá/Estadão (19.08)

“Depois que a BP e a Total desistiram de explorar a Foz do Amazonas, a Petrobras decidiu buscar sozinha o que pode ser um das maiores descobertas no Brasil após o pré-sal. Rebatizada de Amapá Águas Profundas, a expectativa da estatal é perfurar o primeiro poço na região Norte do País ainda este ano, como informa o gerente executivo responsável pela área, Mario Carminatti.”

Anvisa dispensa registro de vacinas e remédios contra varíola dos macacos para agilizar acesso/Folha (19.08)

“A diretoria colegiada da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou nesta sexta-feira (19) a dispensa de registro para importação de medicamentos e vacinas destinados à prevenção ou ao tratamento da varíola dos macacos.”

Rejeição de evangélicos a Lula disparou em dois meses, enquanto Bolsonaro avançou entre fiéis, diz pesquisa Datafolha/O Globo (19.08)

“A ofensiva do presidente Jair Bolsonaro (PL) e de seus aliados em busca da fidelização do eleitorado evangélico tem levado também ao aumento da rejeição desse grupo ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).”

Autor: Heloísa Cristina Ribeiro

Heloísa Cristina Ribeiro é bacharel em Ciências e Humanidades e Graduada em Relações Internacionais pela Universidade Federal do ABC. Foi membro do Grupo de Estudos do Sul Global (GESG/UFABC), do comitê Gestor de Direitos Humanos da UFABC e atuou como Diretora de Assuntos LGBT do Diretório Central dos Estudantes na mesma instituição. Atualmente integra o time de Estudos e Pesquisas da Fundação Podemos.

Esse conteúdo não representa, necessariamente, a opinião da Fundação Podemos.