Política, Cultura e Economia na Fundação Podemos: Maio – Edição 2

Quinzenalmente, postamos análises políticas, sociais, culturais e econômicas produzidas por grandes pensadores do Brasil e do mundo e veiculadas nos principais meios de comunicação.

Nesta edição, divulgamos: Alfredo Saad Filho e Fernanda Feil sobre a busca por sustentabilidade na ordem neoliberal; a matéria da The Economist acerca do sucesso mundial da música brasileira da década de 1970; uma análise sobre a teoria racista da substituição, pelo Estadão; um perfil de Renaud Camus, pai da teoria da grande substituição; David A. Andelman sobre os desafios impostos pela Turquia e Hungria para as sanções dos países ocidentais à Rússia; e como o homeschooling ataca os pilares da educação brasileira, por Salomão Ximenes.

Crises climáticas em uma ordem neoliberal/Carta Capital (09.05)

Alfredo Saad Filho e Fernanda Feil analisam as contradições entre a busca por um modelo sustentável de produção e a ordem neoliberal, apontando quais medidas devem ser tomadas pelo Estado para que uma nova ordem nasça.

Brazilian music reached a crescendo in 1972. Why?/The Economist (12.05)

A revista The Economist aborda o sucesso mundial da música brasileira da década de 1970, que até hoje reverbera e influencia diversos artistas, encantando e servindo de modelo

Como a racista teoria da substituição tem sido usada por republicanos e infestado de mitos e fantasmas irreais a cabeça de muitos nos EUA

Quem é Renaud Camus, o pai da teoria da grande substituição, notadamente racista e irreal, mas extremamente perigosa nos dias atuais.

Opinion: Putin’s useful allies are throwing a wrench in the works/CNN EUA (18.05)

David A. Andelman analisa de que forma a Turquia e a Hungria constituem um desafio para as sanções que os países ocidentais visam impor à Rússia.

Com uma tacada, homeschooling abala dois pilares da educação brasileira/UOL (19.05)

O professor da Universidade Federal do ABC Salomão Ximenes analisa de que forma a proposta de homeschooling, o ensino em casa, ataca os pilares da educação brasileira.

 

Autor: Heloísa Cristina Ribeiro

Heloísa Cristina Ribeiro é bacharel em Ciências e Humanidades e Graduada em Relações Internacionais pela Universidade Federal do ABC. Foi membro do Grupo de Estudos do Sul Global (GESG/UFABC), do comitê Gestor de Direitos Humanos da UFABC e atuou como Diretora de Assuntos LGBT do Diretório Central dos Estudantes na mesma instituição. Atualmente integra o time de Estudos e Pesquisas da Fundação Podemos.

Esse conteúdo não representa, necessariamente, a opinião da Fundação Podemos.