Destaques da Semana (08/10 – 14/10)

Neste clipping, reunimos as principais notícias nacionais da semana: TSE proíbe campanha de Lula de associar Bolsonaro a canibalismo; bancada evangélica tem 20% da Câmara, mas não atinge meta; TCU pede que Ministério da Defesa envie resultado de fiscalização nas urnas eletrônicas no 1º turno; Bolsonaro coleciona desmontes e aparelhamento de órgãos essenciais ao país; afastamento de governador de Alagoas causa mal-estar no STJ; documentos apresentados por Damares Alves não comprovam abuso sexual contra crianças; PF prende suspeitos de corrupção com emendas de relator; e mais.

Sábado, 8 de outubro de 2022

TSE proíbe campanha de Lula de associar Bolsonaro a canibalismo/Metrópoles (08.10)

“A Justiça Eleitoral acatou pedido da campanha do presidente Jair Bolsonaro (PL) e determinou que a campanha de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deixe de exibir propagandas que associam o candidato à reeleição ao consumo de carne humana.”

Datafolha: 10% decidiram voto para presidente na véspera ou no dia da eleição no 1º turno/Folha (08.10)

“Um em cada dez eleitores diz ter definido o voto para presidente da República apenas na véspera do primeiro turno ou no próprio dia da eleição, mostra pesquisa Datafolha.”

Domingo, 9 de outubro de 2022

Aliança de Lula repete na Câmara desempenho de sua primeira eleição, em 2002/Folha (09.10)

“Os partidos que formam a coligação de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) repetiram de forma praticamente idêntica o desempenho que tiveram na Câmara dos Deputados na comparação com 2002, quando o petista foi eleito pela primeira vez.”

Mais ideológica, bancada evangélica tem 20% da Câmara, mas não atinge meta/UOL (09.10)

“A atual bancada evangélica da Câmara dos Deputados não atingiu a meta proposta de eleger 30% dos deputados desse segmento para o próximo ano. O objetivo era alcançar o percentual equivalente à parcela da população que diz ser evangélica no país (um terço dos brasileiros).”

Bolsonaro diz que aumento de vagas pode ser descartado se STF “baixar temperatura”/CNN (09.10)

“O presidente Jair Bolsonaro (PL) disse, neste domingo (9), que recebeu sugestões para aumentar o número de vagas de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) caso seja reeleito, mas que essa proposta pode ser descartada se o Supremo “baixar um pouco a temperatura’.”

Segunda-Feira, 10 de outubro de 2022

Eleição reduz número de partidos na Câmara e dá início à temporada de fusões/O Globo (10.10)

“A partir de fevereiro de 2023, quando os parlamentares eleitos este mês tomarão posse, a Câmara dos Deputados contará com 19 representações partidárias, o menor número desde 2002. Normas como a cláusula de barreira e o fim das coligações proporcionais, além da concentração de força política em um número menor de siglas, estimularam esse enxugamento. Em 2018, por exemplo, a nova legislatura contabilizava 30 legendas. Como resposta imediata a esse novo retrato, as agremiações deram início a uma temporada de fusões.”

MP PEDE A DAMARES QUE ESCLAREÇA SUPOSTOS CRIMES SEXUAIS COM CRIANÇAS QUE VIU E NÃO DENUNCIOU/Congresso em Foco (10.10)

“O Ministério Público Federal (MPF) enviou ofício à Secretaria Executiva do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos para que esclareça sobre as informações de supostos abusos sexuais cometidos na Ilha de Marajó (PA), conforme a ex-ministra Damares Alves relatou neste domingo (9) em um culto evangélico. Nunca houve denúncia formal feita por Damares das coisas que ela relatou durante o culto. O MPF pede que o ministério, então, apresente os supostos casos descobertos para que as providências possam ser tomada.”

TCU pede que Ministério da Defesa envie resultado de fiscalização nas urnas eletrônicas no 1º turno/G1 (10.10)

“O Tribunal de Contas da União (TCU) pediu em despacho ao Ministério da Defesa que o governo encaminhe uma cópia dos resultados da auditoria feita pelos militares nas urnas eletrônicas usadas no primeiro turno das eleições, no último dia 2.”

“Três ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) ouvidos pelo blog afirmam que o presidente Jair Bolsonaro (PL) está chantageando ao propor uma reforma da Corte.”

Terça-Feira, 11 de outubro de 2022

Votação de projeto que criminaliza instituto de pesquisa é adiada/UOL (11.10)

“A base do governo na Câmara não conseguiu votar o projeto de lei que criminaliza erros nas pesquisas eleitorais e prevê penas de até dez anos de prisão. O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), chegou a anunciar que o texto seria votado até esta terça-feira, 11, mas a iniciativa fracassou por falta de acordo. Não há data marcada para nova votação.”

TSE manda PL identificar origem de verba que bancou relatório contra urnas/UOL (11.10)

“O ministro Benedito Gonçalves, do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), mandou o PL, partido do presidente Jair Bolsonaro, explicar a origem dos recursos que bancaram a produção de um relatório contra as urnas eletrônicas. O documento foi divulgado às vésperas do primeiro turno e classificado como “mentiroso” pelo tribunal.”

“A Polícia Federal cumpre nesta terça-feira mandados de busca e apreensão contra o governador de Alagoas Paulo Dantas (MDB), candidato à reeleição que disputa o segundo turno. A operação foi autorizada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), que também determinou o afastamento de Dantas do seu cargo.”

Ipec: Bolsonaro tem 51% dos votos válidos em São Paulo; Lula, 49%/UOL (11.10)

“Pesquisa Ipec realizada com entrevistas pessoais, contratada pela TV Globo e divulgada hoje, aponta que a corrida presidencial está apertada em São Paulo. O presidente Jair Bolsonaro aparece com 51% dos votos válidos. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tem 49%. Votos válidos são calculados com exclusão de brancos, nulos e indecisos. Por conta da margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos os candidatos estão tecnicamente empatados no estado.”

Bolsonaro coleciona desmontes e aparelhamento de órgãos essenciais ao país/UOL (11.10)

“O candidato à reeleição, o presidente Jair Bolsonaro (PL), deixará um legado de desmontes e aparelhamento de órgãos considerados cruciais para o desenvolvimento do país, ganhando ou perdendo nas urnas no fim do mês.”

Quarta-Feira, 12 de outubro de 2022

Bolsonaro cumpre agenda de campanha e participa de missa de Nossa Senhora em Aparecida/G1 (12.10)

“O presidente Jair Bolsonaro (PL), candidato à reeleição, cumpriu agenda de campanha nesta quarta-feira (12) em Aparecida (SP). Bolsonaro chegou à cidade por volta das 14h e participou de uma missa no Santuário Nacional de Aparecida.”

Em ato na Bahia, Lula fustiga Bolsonaro: “Tira proveito de religião”/Metrópoles (12.10)

“Durante visita a Salvador, capital da Bahia, nesta quarta-feira (12/10), o candidato à Presidência da República pelo PT, Luiz Inácio Lula da Silva, citou algumas agendas recentes do oponente Jair Bolsonaro (PL) para dizer que o presidente está “tentando tirar proveito de religião”.”

Afastamento de governador de Alagoas causa mal-estar no STJ, que decide sobre caso nesta 5ª-feira/O Globo (12.10)

“A operação da Polícia Federal realizada em Alagoas sobre o governador do estado, Paulo Dantas (MDB), causou mal-estar entre os ministros do Superior Tribunal de Justiça. O tribunal se reúne na tarde desta quinta-feira (13) em sessão extraordinária para deliberar sobre seu afastamento do cargo por 180 dias.”

Quinta-Feira, 13 de outubro de 2022

Caso Marajó: Documentos apresentados por Damares Alves não comprovam abuso sexual contra crianças/Estadão (13.10)

“BRASÍLIA – Os documentos que a ex-ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves (Republicanos), senadora eleita pelo Distrito Federal, apresenta para garantir a veracidade de denúncias que fez sobre violência sexual cometidas contra crianças da Ilha de Marajó, no Pará, não contêm registro do caso. O Estadão analisou o conteúdo das 2.093 páginas dos relatórios de três CPIs fornecidos pela assessoria da própria Damares como prova da denúncia e não encontrou os fatos que ela diz terem ocorrido na localidade paraense.”

Corte Especial do STJ mantém afastamento do governador de AL, Paulo Dantas, e reduz prazo/G1 (13.10)

“A Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ) manteve nesta quinta-feira (13) o afastamento do governador de Alagoas, Paulo Dantas (MDB), que disputa a reeleição em segundo turno.”

Pesquisa Quaest 2º turno: Lula tem 54% dos votos válidos, e Bolsonaro, 46%/UOL (13.10)

“O instituto Quaest divulgou hoje pesquisa para o segundo turno das eleições presidenciais. A sondagem, feita com entrevistas presenciais e contratada pela Genial Investimentos, aponta o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na liderança, com 49% das intenções de voto no cenário estimulado, quando os eleitores recebem uma lista com os nomes dos candidatos. O presidente e candidato à reeleição, Jair Bolsonaro (PL), somou 41%.”

Moraes suspende inquéritos da PF e do Cade contra institutos de pesquisas/UOL (13.10)

“O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) suspendeu na noite de quinta-feira (13) o inquérito da PF (Polícia Federal) e a apuração do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) contra institutos de pesquisas. A decisão foi tomada pelo ministro Alexandre de Moraes, presidente da corte.”

Paraíba é o 1º estado a alcançar meta da campanha de vacinação contra a poliomielite no Brasil/G1 (13.10)

“A Paraíba foi o primeiro estado da federação a alcançar a meta da campanha de vacinação contra a poliomielite no Brasil, que é de 95%. Até o momento, das 227.851 crianças da população alvo, o estado vacinou 216.716, o que equivale a 95,11%. No entanto, o estado ainda tem 39 municípios abaixo da meta de vacinação, dentre eles, João Pessoa e Campina Grande.”

Sexta-Feira, 14 de outubro de 2022

Bolsonaro critica Alexandre de Moraes por impedir investigação de institutos de pesquisa/O Globo (14.10)

“O presidente Jair Bolsonaro criticou nesta sexta-feira o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Alexandre de Moraes, pela decisão que proibiu a Polícia Federal (PF) e o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) de abrirem procedimentos para investigar institutos de pesquisa. Para Bolsonaro, as empresas vão “continuar mentindo”, o que, segundo ele, poderia beneficiar o candidato do PT a presidente, Luiz Inácio Lula da Silva.”

PF prende suspeitos de corrupção com emendas de relator/Folha (14.10)

“A Polícia Federal deflagrou nesta sexta (14) uma operação para desarticular um grupo suspeito de inserir dados falsos em sistemas do Ministério da Saúde para receber repasses do governo Jair Bolsonaro (PL) por meio de emendas de relator.”

Damares Alves pode ter o cargo no Senado cassado por calúnia ou prevaricação? Entenda/Estadão (14.10)

“Juristas especializados em Direito Eleitoral afirmam que ex-ministra do governo Bolsonaro pode ser acusada de crime eleitoral por disseminar mentiras, ou de prevaricação, por não ter denunciado o caso enquanto era ministra, mas acham que eventual condenação dificilmente teria efeito sobre sua posse ou atuação no Senado”

Autor: Heloísa Cristina Ribeiro

Heloísa Cristina Ribeiro é bacharel em Ciências e Humanidades e Graduada em Relações Internacionais pela Universidade Federal do ABC. Foi membro do Grupo de Estudos do Sul Global (GESG/UFABC), do comitê Gestor de Direitos Humanos da UFABC e atuou como Diretora de Assuntos LGBT do Diretório Central dos Estudantes na mesma instituição. Atualmente integra o time de Estudos e Pesquisas da Fundação Podemos.

Esse conteúdo não representa, necessariamente, a opinião da Fundação Podemos.