Destaques da Semana (01/05 – 07/05)

O clipping desta semana apresenta as principais notícias da semana, dividido em duas partes: as principais notícias no Brasil e no Mundo. Preparamos um dossiê específico sobre a CPI da Pandemia, acesse aqui.

Brasil

Confira abaixo as principais notícias no Brasil: a decisão do Ministro Lewandowski sobre a aplicação de 2ª dose da vacina; o Ministro Paulo Guedes na audiência pública na Câmara dos Deputados; a promessa de envio de medicamentos para intubação por parte dos EUA; a subnotificação de casos do Brasil; o parecer do Relator e a dissolução da Comissão Mista sobre a Reforma Tributária; a repercussão do massacre em Jacarezinho; o novo projeto para alterar o Orçamento; a possibilidade de interrupção das atividades de Universidades Federais por falta de verba; o andamento da Nova Lei de Segurança Nacional; a ONU pediu à justiça brasileira uma investigação “imparcial” do massacre no Rio de Janeiro; e abril registrou a maior taxa de desmatamento da série histórica, segundo o Inpe.

Lewandowski afirma que gestores podem ser punidos por atraso em 2ª dose de vacina contra Covid/Folha (03.05)

“O ministro Ricardo Lewandowski, do STF (Supremo Tribunal Federal), disse nesta segunda-feira (3) que gestores públicos que atrasarem a aplicação da segunda dose da vacina contra a Covid-19 podem responder por improbidade administrativa.”

Guedes diz que empresas estatais podem ser vendidas para criar fundo de erradicação da miséria/G1 (04.05)

“O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta terça-feira (4), durante audiência pública na Câmara dos Deputados, que empresas estatais podem ser vendidas para que o governo reúna recursos para formar um fundo de erradicação da pobreza.”

EUA prometem ao Brasil US$ 20 milhões em medicamentos para intubação/Estadão (04.05)

“WASHINGTON – O governo Joe Biden anunciou nesta terça-feira, 4, que deve fornecer ao Brasil medicamentos para intubação de pacientes com covid-19 no valor de US$ 20 milhões (cerca de R$ 105 milhões). Segundo a porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki, Estados Unidos, Brasil e a Organização Panamericana de Saúde têm discutido a parceria para destinar ao País os medicamentos americanos.”

Subnotificação dos casos de Covid esconde até 30% das mortes, mostra estudo/Folha (04.05)

“A subnotificação dos casos graves e mortes de Covid-19, principalmente pela falta de testes de diagnósticos, está ‘escondendo’ ao menos 30% de óbitos que não aparecem nas estatísticas oficiais. Se eles fossem considerados, o Brasil já estaria com 530 mil mortos, considerando que no último domingo (2) computava 407 mil.”

Relator apresenta proposta de reforma tributária em fases/O Globo (04.05)

“BRASÍLIA – Após a apresentação do relatório da reforma tributária de autoria do deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) na tarde desta terça-feira, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL) alegou um problema regimental e declarou a nulidade dos trabalhos da comissão.”

Massacre no Jacarezinho: MP vai abrir investigação independente; Comissão dos Direitos Humanos da Câmara quer explicações/O Globo (06.05)

“RIO — O Ministério Público do Estado do Rio Janeiro (MPRJ) afirmou, em nota, que, ‘desde o conhecimento das primeiras notícias referentes à realização da operação que vitimou 24 civis e um policial civil, vem adotando todas as medidas para a verificação dos fundamentos e circunstâncias que envolvem a operação e mortes decorrentes da intervenção policial, de modo a permitir a abertura de investigação independente para apuração dos fatos, com a adoção das medidas de responsabilização aplicáveis’.”

Governo avalia novo projeto de ajuste no Orçamento para verba a obras e meio ambiente/Folha (06.05)

“Para tentar resolver um novo impasse em torno do Orçamento deste ano, o governo avalia enviar um projeto exclusivo para destinar mais recursos a áreas como meio ambiente e projetos de infraestrutura, especialmente para construções de casas populares que podem ser paralisadas já em maio.”

Com o dobro de alunos, universidades federais têm mesma verba de 2004 e podem parar em julho/O Globo (07.05)

“RIO – As universidades federais chegaram ao limite. A verba disponível para investimentos e manutenção em 2021 caiu ao patamar de 2004. No entanto, o Brasil agora tem mais que o dobro de alunos de 17 anos atrás. Por isso, algumas das mais importantes instituições, como UFRJ e Unifesp, já falam em interrupção das atividades a partir de julho.”

Na contramão da velocidade da Câmara, Senado freia andamento da nova Lei de Segurança Nacional/O Globo (07.05)

“BRASÍLIA — Aprovada na terça-feira pela Câmara dos Deputados, a nova Lei de Segurança Nacional (LSN) ainda não teve a sua tramitação definida pelo Senado nem foi incluída entre as prioridades da Casa. O projeto revoga legislação sancionada durante a ditadura militar e define crimes contra o estado democrático de Direito. Como o texto foi aprovado com pressão contrária do governo, a expectativa é que o Palácio do Planalto tente negociar modificações.”

ONU pede investigação independente após sangrenta operação policial no RJ/Carta Capital (07.05)

“O Alto Comissariado das Nações Unidas para Direitos Humanos disse, nesta sexta-feira 7, estar ‘profundamente preocupado’, após a sangrenta operação contra o tráfico de drogas da polícia em uma favela do Rio de Janeiro e pediu à Justiça brasileira uma ‘investigação independente e imparcial’”

Desmatamento da Amazônia em abril de 2021 é o maior da série histórica, mostra Inpe/Folha (07.05)

Pelo segundo mês seguido, a Amazônia bateu o recorde recente de desmatamento, segundo dados do Deter, do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais). Foi também o pior abril da série histórica atual, que tem início em 2015 —os dados anteriores eram menos precisos.

Mundo

No mundo, as principais notícias foram a paralisação do acordo Mercosul-União Europeia; a arrecadação argentina de US$ 2 bilhões com o imposto sobre a riqueza; o golpe de El Salvador; os conflitos no Mar do Sul da China; as manifestações e conflitos na Colômbia após a proposta da reforma tributária no país; o apoio à quebra de patentes por parte dos EUA, França e Rússia e resistência dos laboratórios.

Acordo União Europeia-Mercosul vira espantalho e está paralisado, dizem legisladores/Folha (01.05)

“O acordo União Europeia-Mercosul tornou-se um “espantalho” no centro da disputa entre políticos europeus e está paralisado à espera de um anexo de compromissos ambientais adicionais que nem começou a ser negociado, segundo legisladores europeus e integrantes do governo dos dois blocos.”

Argentina arrecada mais de US$ 2 bilhões com imposto sobre a riqueza/Carta Capital (03.05)

O governo da Argentina informou, nesta segunda-feira 3, que arrecadou mais de 2 bilhões de dólares com um extraordinário imposto sobre a riqueza, destinado a fazer face aos gastos com a pandemia do novo coronavírus.

A nova realidade de El Salvador: presidente controla todos os poderes/G1 (04.05)

“A destituição de cinco juízes do Supremo Tribunal de Justiça e do procurador-geral de El Salvador no primeiro ato da Assembleia Nacional dominada pelo partido do governo deu ao presidente Nayib Bukele o que lhe faltava para consolidar o poder: o controle da Justiça. Juntou também EUA, União Europeia, OEA e boa parte da comunidade internacional em um consenso — o de que ele promoveu um ataque totalitário contra a democracia.”

Filipinas acusam Pequim de escalada militar no mar do Sul da China/Folha (05.05)

“São Paulo – O mar do Sul da China, um dos centros da alta tensão entre Pequim e Washington, agora é palco de uma escalada de acusações disparadas pelas Filipinas contra os chineses.”

Protestos na Colômbia: o que cenário sem precedente indica sobre futuro do país/BBC (06.05)

“Polícia e estações de transporte incendiadas. Estradas interrompidas por diversos dias. Escassez de produtos. Um número desconhecido de mortos e desaparecidos. Um estado de incerteza e nervosismo agudo.”

EUA, França e Rússia apoiam quebra de patentes contra a Covid-19, mas laboratórios resistem/Rfi (06.05)

“A ideia de suspender as patentes da fabricação de vacinas contra a Covid-19 continuou a ganhar apoio em todo o mundo nesta quinta-feira (6), após o impulso inicial dado Estados Unidos. Porém, os laboratórios resistem, enquanto países pobres precisam de doses com urgência.”

Autor: publicoemdebate

Esse conteúdo não representa, necessariamente, a opinião da Fundação Podemos.