Clipping Internacional (20/08 – 26/08)

Neste clipping, reunimos as principais notícias internacionais da semana: alerta contra extremismo dispara nos EUA após ataques de apoiadores de Trump; Singapura descriminaliza sexo entre homens, mas mantém proibição a casamento gay; Ministério Público da Argentina pede 12 anos de prisão para Cristina Kirchner; Cristina Kirchner acusa Justiça de parcialidade após pedido de prisão na Argentina; Boric reativa projeto para reduzir jornada de trabalho para 40 horas semanais no Chile; ‘Só sim é sim’: Espanha endurece a legislação contra a violência sexual; Senadora dos EUA defende independência de Taiwan em novo desafio à China; e mais.

Sábado, 20 de agosto de 2022

Alerta contra extremismo dispara nos EUA após ataques de apoiadores de Trump/Folha (20.08)

“”Cobri extremismo e ideologias violentas em todo o mundo ao longo da minha carreira. Nunca encontrei uma força política mais niilista, perigosa e desprezível do que o Partido Republicano de hoje. Nada perto disso”, escreveu no Twitter na última semana um editor do jornal britânico Financial Times.”

EUA enviarão 2.500 mísseis e 90 blindados para ajudar Ucrânia a lançar contra-ataque no Sul/O Globo (20.08)

“Os Estados Unidos vão enviar uma nova remessa de armas e equipamentos para a Ucrânia, avaliada em cerca de US$ 775 milhões, para ajudar o país contra as tropas da Rússia na região de Kherson, no Sul, anunciou o Pentágono na sexta-feira. A oferta inclui 2.500 mísseis (1.500 guiados e 1.000 antitanque Javelin) e 90 veículos blindados equipados para limpar campos minados e adequados para o transporte de tropas, totalizando um gasto de cerca de US$ 10,9 bilhões com a guerra até o momento.”

Domingo, 21 de agosto de 2022

‘Não sou só comandante, sou irmão’, diz Petro ao pedir que militares colombianos trabalhem pela paz/O Globo (21.08)

“As forças de segurança da Colômbia devem construir um “exército de paz”, afirmou o presidente Gustavo Petro, no sábado, na cerimônia de posse do novo alto comando militar, a quem enviou uma mensagem clara após substituir, numa mudança inédita, 48 generais das Forças Armadas e da Polícia: “Só entraremos na História se construirmos a paz”. O comentário ocorre após décadas de conflito interno que o primeiro governo de esquerda da História do país quer extinguir por meio de negociações com grupos armados.”

Quem era Darya Dugina, morta em explosão de carro na Rússia/G1 (21.08)

“Darya Platonova Dugina, filha do pensador russo Alexander Dugin, morreu neste sábado (20), em Moscou, em uma explosão de carro enquanto retornava de um festival na cidade. Investigadores confirmaram o uso de um dispositivo explosivo no veículo.”

Líderes ocidentais reafirmam preocupação com segurança nuclear na Ucrânia/Carta Capital (21.08)

“Líderes do Reino Unido, Estados Unidos, França e Alemanha destacaram neste domingo 21, durante uma conversa telefônica, a necessidade de garantir a segurança das instalações nucleares ucranianas diante da invasão russa, relata um porta-voz de Boris Johnson.”

Singapura descriminaliza sexo entre homens, mas mantém proibição a casamento gay/Folha (21.08)

“Singapura descriminalizará o sexo entre homens, mas não tem planos de mudar a definição legal de casamento como união entre homem e mulher, anunciou o premiê Lee Hsien Loong neste domingo (21).”

Segunda-Feira, 22 de agosto de 2022

Ministério Público da Argentina pede 12 anos de prisão para Cristina Kirchner/G1 (22.08)

“O Ministério Público da Argentina pediu uma pena de 12 anos para Cristina Kirchner, ex-presidente e atual vice-presidente do país, por corrupção ligada à contratação de obras públicas.”

EUA e Coreia do Sul iniciam maiores exercícios militares desde 2018/Carta Capital (22.08)

Estados Unidos e Coreia do Sul iniciaram nesta segunda-feira (22) os maiores exercícios militares conjuntos desde 2018, anunciou Seul, uma ação que pode irritar a Coreia do Norte.

Rússia acusa Ucrânia por atentado que matou filha de ultranacionalista/Folha (22.08)

“A Rússia acusou a Ucrânia de ter cometido o atentado que matou Daria Dugina, filha do ideólogo ultranacionalista russo Aleksandr Dugin, ocorrido no sábado (20) nos arredores de Moscou.”

Segundo colocado nas eleições do Quênia, ex-premier abre processo alegando fraude nos resultados/O Globo (22.08)

“Raila Odinga, que perdeu por pouco as eleições presidenciais de 9 de agosto no Quênia, entrou com uma ação contestando o resultado depois de alegar que o processo havia sido prejudicado por fraudes e contagens irregulares.”

Terça-Feira, 23 de agosto de 2022

Cristina Kirchner acusa Justiça de parcialidade após pedido de prisão na Argentina/Folha (23.08)

“A vice-presidente da Argentina, Cristina Kirchner, realizou na manhã desta terça-feira (23) uma transmissão ao vivo nas redes sociais para se defender do pedido de prisão feito pelo Ministério Público —classificado por ela de perseguição judicial para afastá-la da política.”

Colômbia suspende erradicação forçada de plantações de folha de coca/O Globo (23.08)

“A Colômbia suspendeu a erradicação forçada dos cultivos de folha de coca, matéria-prima para a fabricação de cocaína, disse nesta terça-feira a principal autoridade policial do país. Em vez de agir contra os pequenos agricultores que cultivam as plantas, a polícia se concentrará em atacar as “grandes máfias” que estão mais acima na cadeia de produção de drogas ilegais, disse Henry Sanabria, diretor da Polícia Nacional, em entrevista ao jornal El Tiempo.”

Favorita na Itália, candidata da extrema direita se diz ‘pronta’ para governar o país/O Globo (23.08)

“Giorgia Meloni, líder do partido pós-fascista Irmãos da Itália, favorito para vencer as eleições parlamentares de 25 de setembro, disse nesta terça-feira estar pronta para governar o país, em um comício para uma multidão reunida na cidade de Ancona. Caso as pesquisas se confirmem, a política romana, de 45 anos, pode se tornar a primeira mulher a assumir a chefia do governo na Itália.”

Europa enfrenta a pior seca em 500 anos, diz estudo/G1 (23.08)

“A Europa está enfrentando sua pior seca em pelo menos 500 anos, com dois terços do continente em alerta ou estado de alerta, alertou nesta terça-feira (23) uma agência da União Europeia.”

Hungria promete alterar leis alvo de críticas da UE em troca de desbloqueio de fundos/Folha (23.08)

“O governo da Hungria anunciou, nesta terça-feira (23), que enviará ao Parlamento a revisão e a suspensão de várias leis nacionais criticadas pela União Europeia, em uma tentativa de convencer Bruxelas a desbloquear fundos destinados ao país. As alterações, no entanto, estão condicionadas a um acordo prévio com o bloco.”

Quarta-Feira, 24 de agosto de 2022

Boric reativa projeto para reduzir jornada de trabalho para 40 horas semanais no Chile/O Globo (24.08)

“O governo de Gabriel Boric anunciou na terça-feira uma proposta de redução da jornada de trabalho em cinco anos, passando progressivamente de 45 para 40 horas semanais. A promoção do projeto de lei, que recebeu a maior urgência para discussão parlamentar, pode impactar diretamente mais de quatro milhões de trabalhadores. A reativação da iniciativa ocorre menos de duas semanas antes do plebiscito sobre a nova Constituição, que será votada em 4 de setembro.”

Colômbia deixa aliança antiaborto e amplia isolamento de Bolsonaro na América Latina/Folha (24.08)

“O governo do recém-empossado presidente Gustavo Petro na Colômbia anunciou na noite de segunda-feira (22) que se retirou da chamada Declaração do Consenso de Genebra. O texto é uma espécie de libelo multilateral contra o aborto e em defesa da família baseada em casais heterossexuais.”

Voto de maiores de 65 anos é fator chave para aprovação ou rejeição da nova Constituição no Chile/O Globo (24.08)

“A probabilidade de que adultos com mais de 65 anos compareçam para votar no plebiscito de 4 de setembro para aprovar ou rejeitar uma nova Constituição no Chile é a mais alta de todas as faixas etárias. No total, 94% dessa faixa etária pretende ir às urnas, 10 pontos acima da média dos jovens entre 18 e 29 anos, segundo a pesquisa Criteria. Os dados são especialmente relevantes se considerarmos que no referendo de outubro de 2020 sobre a substituição da Carta herdada da ditadura — em que o “sim” venceu por ampla margem — apenas 38% dos idosos votaram.”

Biden confirma perdão a dívidas estudantis nos EUA próximo a eleição/Folha (24.08)

“O presidente dos EUA, Joe Biden, anunciou nesta quarta-feira (24) que dará um perdão de US$ 10 mil (R$ 51 mil) nas dívidas de empréstimos estudantis contraídas por americanos que ganham menos de US$ 125 mil (R$ 639 mil) por ano.”

Quinta-Feira, 25 de agosto de 2022

‘Só sim é sim’: Espanha endurece a legislação contra a violência sexual/Carta Capital (25.08)

“A Espanha endureceu sua legislação contra a violência sexual, estabelecendo a obrigação de consentimento explícito, uma medida minoritária na Europa que o governo de esquerda de Pedro Sánchez defendeu após o estupro coletivo de uma jovem.”

Ex-procurador-geral mexicano será processado pelo desaparecimento de 43 estudantes em 2014/O Globo (25.08)

“O ex-procurador-geral do México Jesús Murillo Karam será processado por desaparecimento forçado, tortura e crime de Estado, informou o Conselho Judiciário na quarta-feira. O magistrado de 74 anos foi implicado no sumiço de 43 estudantes em Ayotzinapa, no estado de Guerrero, em 2014.”

Juiz dos EUA dá ordem para divulgar versão editada do documento que justificou a busca e apreensão na casa de Donald Trump em Mar-a-Lago/G1 (25.08)

“O juiz Bruce Reinhart, dos Estados Unidos, ordenou nesta quinta-feira (25) que o Departamento de Justiça (órgão semelhante ao Ministério da Justiça) torne pública uma versão editada do documento que justificou o pedido para que o FBI revistasse a residência do ex-presidente Donald Trump na Flórida em busca de documentos confidenciais.”

Ministra do Desenvolvimento Social do Chile renuncia após prisão de líder radical mapuche/O Globo (25.08)

“O presidente do Chile, Gabriel Boric, anunciou nesta quinta-feira que aceitou a renúncia da ministra do Desenvolvimento Social, Jeanette Vega, depois de saber de sua tentativa de se comunicar por telefone com o líder da maior organização radical mapuche, Héctor Llaitul, preso nesta quarta-feira. Esta é a primeira renúncia no ministério do jovem presidente de esquerda, que assumiu o cargo em 11 de março.”

Sexta-Feira, 26 de agosto de 2022

Chanceler argentino chama Eduardo Bolsonaro de ignorante/O Globo (26.08)

“Reagindo a postagens na rede social Twitter sobre a situação judicial da vice-presidente do país, Cristina Kirchner, o ministro das Relações Exteriores, Santiago Cafiero, se referiu ao deputado Eduardo Bolsonaro como “ignorante”. O filho do presidente Jair Bolsonaro apoiara mensagem na mesma rede do senador republicado Ted Cruz, próximo do ex-presidente americano Donald Trump, defendendo a aplicação de sanções do governo dos Estados Unidos contra a vice-presidente e ex-presidente da Argentina (2007-2015).”

Senadora dos EUA defende independência de Taiwan em novo desafio à China/Folha (26.08)

“Liderando a quarta delegação dos EUA a visitar Taiwan neste mês, a senadora republicana Marsha Blackburn se encontrou nesta sexta-feira (26) com a presidente Tsai Ing-wen, a quem ofereceu apoio para que a ilha se torne uma nação independente. A promessa simboliza um desafio direto à China, que considera a província rebelde e parte inalienável de seu território.”

Mulheres com curso superior são novo alvo de Orbán na Hungria/O Globo (26.08)

“A Hungria, cujas políticas sociais levaram a diversas condenações da União Europeia por temas que vão do tratamento dado aos imigrantes à subtração de direitos e perseguição da população LGBT+, agora parece estar mirando nas mulheres com ensino superior.”

Comitiva de segurança de Gustavo Petro é atacada a tiros de fuzil perto da fronteira com a Venezuela/Estadão (26.08)

“Presidente colombiano não estava nos veículos no momento do incidente, ocorrido na quarta-feira, 24”

Autor: Heloísa Cristina Ribeiro

Heloísa Cristina Ribeiro é bacharel em Ciências e Humanidades e Graduada em Relações Internacionais pela Universidade Federal do ABC. Foi membro do Grupo de Estudos do Sul Global (GESG/UFABC), do comitê Gestor de Direitos Humanos da UFABC e atuou como Diretora de Assuntos LGBT do Diretório Central dos Estudantes na mesma instituição. Atualmente integra o time de Estudos e Pesquisas da Fundação Podemos.

Esse conteúdo não representa, necessariamente, a opinião da Fundação Podemos.