Clipping Internacional (16/07 – 22/07)

Neste clipping, reunimos as principais notícias internacionais da semana: confrontos no Haiti deixaram 234 mortos ou feridos entre 8-12 de julho; Zelensky demite chefe do serviço de Inteligência e procuradora-geral por falha em inibir traidores; Portugal e Espanha estimam mais de 1.000 mortes por calor; autoridades encontram corpos desmembrados após motim em prisão no Equador; Câmara dos EUA aprova lei que protege os direitos do casamento LGBTQIAP+; Rússia retoma fluxo de gás para Europa via gasoduto Nord Stream; Trump “escolheu não agir” em ataque ao Capitólio, diz comitê; e mais.

Sábado, 16 de julho de 2022

Vendido como um marco, plano socioambiental de Biden encolhe e perde ambição/O Globo (16.07)

“Os democratas ainda tentam salvar partes do pacote socioambiental apresentado pelo presidente Joe Biden nos primeiros dias do seu governo, no ano passado. Mas as negociações no Senado e a resistência de um senador do partido, Joe Manchin, da Virgínia Ocidental, reduziram suas ambições. Para que a iniciativa tivesse chance de ser aprovada, precisaram se curvar à realidade política e à mudança do clima econômico.”

ONU: confrontos no Haiti deixaram 234 mortos ou feridos entre 8-12 de julho/UOL (16.07)“Genebra, 16 Jul 2022 (AFP) – Pelo menos 234 pessoas morreram, ou ficaram feridas, entre os dias 8 e 12 de julho como consequência da violência entre gangues em Cité Soleil, a localidade mais pobre da região metropolitana de Porto Príncipe, no Haiti – informou a ONU neste sábado (16).”

Domingo, 17 de julho de 2022

Zelensky demite chefe do serviço de Inteligência e procuradora-geral por falha em inibir traidores/O Globo (17.07)

“O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, demitiu o chefe do serviço de Inteligência doméstica do país, Ivan Bakanov, que é seu amigo de infância, e também a procuradora-geral ucraniana, Iryna Venediktova, alegando que erros de ambos permitiram a ação de centenas de traidores a favor da Rússia.”

Segunda-Feira, 18 de julho de 2022

Portugal e Espanha estimam mais de 1.000 mortes por calor/Poder360 (18.07)

“Espanha e Portugal registraram mais de 1.000 mortos na última semana (10 a 16.julho.2022) em razão da onda de calor que atinge o continente europeu. As altas temperaturas também têm potencializado as queimadas florestais na região.”

Putin implementa doutrinação ‘ao estilo soviético’ nas escolas da Rússia/Estadão (18.07)

“Começando na primeira série, os alunos de toda a Rússia em breve terão aulas semanais com filmes de guerra e passeios virtuais pela Crimeia. Eles receberão uma dose constante de palestras sobre temas como “a situação geopolítica” e “valores tradicionais”. Além da habitual cerimônia de hasteamento da bandeira, eles terão lições que celebram o “renascimento” da Rússia sob o presidente Vladimir Putin.”

Sri Lanka renova estado de emergência antes da eleição do novo presidente/Estadão (18.07)

“O presidente interino do Sri Lanka renovou nesta segunda-feira o estado de emergência no país antes de uma eleição parlamentar para nomear o novo chefe de Estado. A votação deve ocorrer na quarta-feira, com o presidente em exercício Ranil Wickremesinghe entre os principais candidatos ao cargo, juntamente com o principal líder da oposição, Sajith Premadasa.”

Governo do Panamá negocia nova redução da gasolina com sindicatos, mas protestos continuam/O Globo (18.07)

“O Panamá acordou nesta segunda-feira com múltiplos protestos e bloqueios de estradas, apesar do compromisso alcançado no dia anterior entre o governo e organizações sindicais de suspender as manifestações, depois que as autoridades concordaram em baixar novamente os preços dos combustíveis.”

Terça-Feira, 19 de julho de 2022

Zelensky demite 28 membros de serviço secreto/Bol (19.07)

“Lviv (Ucrânia), 19 jul (EFE).- O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, demitiu 28 membros do serviço secreto – o Serviço de Segurança, ou SBU – alegando que eles estão realizando seu trabalho “insatisfatoriamente”.”

Biden pode declarar ‘emergência climática’ nos EUA para combater aquecimento global/O Globo (19.07)

“A Casa Branca pondera uma possível ordem executiva do presidente Joe Biden para fazer frente à crise climática. A controversa iniciativa incluiria uma declaração de emergência que permitiria ao governo federal direcionar verbas para a transição verde americana, algo que os democratas têm dificuldades para aprovar por vias legislativas.”

Autoridades encontram corpos desmembrados após motim em prisão no Equador/O Globo (19.07)

“Autoridades equatorianas encontraram corpos desmembrados após um motim na segunda-feira em uma prisão do país, palco de confrontos entre prisioneiros ligados ao tráfico de drogas, disse o ministro do Interior, Patricio Carillo, nesta terça-feira.”

União Europeia inicia processo para incluir Albânia e Macedônia do Norte no bloco/Valor Econômico (19.07)

“A União Europeia iniciou nesta terça-feira (19) o processo para a entrada da Albânia e da Macedônia do Norte no bloco. O processo é longo e ainda deve durar anos para ser concluído.”

Quarta-Feira, 20 de julho de 2022

Câmara dos EUA aprova lei que protege os direitos do casamento LGBTQIAP+/Marie Claire (20.07)

“Na noite da última terça (19), a Câmara dos Representantes dos EUA aprovou um projeto de lei que protege os direitos do casamento LGBTQIAP+. Com 267 votos a favor e 157 contra, o texto visa proteger a nível federal o casamento igualitário e proíbe qualquer pessoa de negar a união levando em conta gênero ou cor de pele do casal.”

Sunak ou Truss: um deles será o próximo primeiro-ministro do Reino Unido/Publico (20.07)

“Ao fim de cinco rondas de votações, numa corrida relâmpago que começou há apenas uma semana com oito nomes, estão finalmente escolhidos os dois candidatos que vão disputar a liderança do Partido Conservador e do Governo do Reino Unido durante o Verão. Rishi Sunak, antigo ministro das Finanças, e Elizabeth Truss, ministra dos Negócios Estrangeiros, são os finalistas de um primeiro acto eleitoral no qual participaram os 358 deputados tories e vão agora ter de convencer os cerca de 160 mil militantes do partido a votarem em si, na derradeira etapa.”

Parlamento do Sri Lanka elege aliado do presidente que fugiu para seu lugar/O Globo (20.07)

“O ex-primeiro-ministro Ranil Wickremesinghe, que atuava desde a semana passada como presidente interino do Sri Lanka, foi eleito nesta quarta-feira pelo Parlamento para substituir Gotabaya Rajapaksa, que renunciou na semana passada depois de fugir de seu país em meio a uma forte crise política e econômica. A escolha de Wickremesinghe, aliado de Rajapaksa, não deve satisfazer os manifestantes que protestam desde abril.”

Petro, primeiro presidente de esquerda da Colômbia, garante maioria no Congresso antes de tomar posse/O Globo (20.07)

“Às vésperas da instalação do novo Congresso colombiano nesta quarta-feira, o presidente eleito Gustavo Petro conseguiu o que tanto precisava para obter maiorias no Legislativo: um acordo com a bancada do La U, que serviu ao uribismo e ao santismo em décadas passadas, mas agora saltou para o petrismo, o primeiro projeto de esquerda a chegar ao poder na Colômbia.”

Talibã é acusado de centenas de assassinatos e violações de direitos pela ONU/UOL (20.07)

“Cabul, 20 Jul 2022 (AFP) – A Organização das Nações Unidas (ONU) denunciou, nesta quarta-feira (20), centenas de assassinatos e violações dos direitos humanos pelo Talibã, desde que os fundamentalistas islâmicos tomaram o poder no Afeganistão no ano passado.”

Quinta-Feira, 21 de julho de 2022

EUA têm alerta de calor em 48 Estados enquanto país enfrenta temperaturas na casa dos 40° C/Estadão (21.07)

“Com termômetros marcando acima dos 40° C, os Estados Unidos emitiram alertas de calor em 48 Estados pelo país, enquanto projeções indicam um aumento ainda mais severo da temperatura no país nos próximos dias. Especialistas calculam que mais de 60 milhões de pessoas devem experimentar temperaturas superiores aos 37° C nesta quinta-feira, 21, enquanto ondas de calor provocam temperaturas recorde nos dois lados do Atlântico Norte.”

Com saída de Draghi, União Europeia teme que Itália se torne cavalo de Tróia da Rússia/O Globo (21.07)

“A renúncia do primeiro-ministro Mario Draghi, posta em marcha por seus próprios aliados da coalizão, ocorre em um momento de enorme tensão geoestratégica entre a União Europeia e a Rússia. Em Bruxelas, a capital do bloco, receia-se que a Itália, terceira maior economia da zona do euro, se torne um ponto vulnerável na estratégia unificada contra Moscou, ou, no pior dos casos, um cavalo de Troia a serviço do presidente russo, Vladimir Putin .”

Rússia retoma fluxo de gás para Europa via gasoduto Nord Stream/CNN (21.07)

“A Rússia retomou o bombeamento de gás natural através de seu maior gasoduto para a Europa, nesta quinta-feira (21), após uma interrupção de 10 dias, disse a operadora, aliviando os temores imediatos de abastecimento para o inverno da Europa depois que o presidente Vladimir Putin alertou que os fluxos poderiam ser cortados ou interrompidos.”

Mais de 100 mil nicaraguenses pediram asilo em outros países em 2021, diz Acnur/O Globo (21.07)

“A crise política que afeta a Nicarágua atinge também a população. Um relatório do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur), publicado em meados de junho, revela que os nicaraguenses fizeram o maior número de pedidos de asilo em 2021, só superados pelos afegãos após o retorno do Talibã ao poder, no ano passado.”

Sexta-Feira, 22 de julho de 2022

Trump “escolheu não agir” em ataque ao Capitólio, diz comitê/Poder360 (22.07)

“O ex-presidente dos EUA Donald Trump teria se recusado a pedir o fim do ataque ao Capitólio em 6 de janeiro de 2021. O comitê da Câmara dos Deputados que investiga a invasão ao local realizou na 5ª feira (22.jul.2022) nova audiência sobre o caso. As informações são do The Washington Post.”

Primeiro acordo entre Rússia e Ucrânia desde início da guerra libera três portos para exportar grãos/O Globo (22.07)

“Após meses de bloqueio que elevaram os preços dos grãos e motivaram alertas de uma crise alimentar global, a Ucrânia e a Rússia assinaram em Istambul seu primeiro acordo desde o início da guerra nesta sexta-feira, com o objetivo de permitir a exportação de grãos ucranianos pelo Mar Negro.”

Violência de gangues agrava falta de comida e gasolina em todo o Haiti/O Globo (22.07)

“Com a violência persistente de gangues assolando a capital do Haiti, outras cidades do país caribenho também enfrentam a escassez de combustível e de eletricidade que ameaçam a vida diária de milhões de pessoas.”