“Gasolina Cara: quem tem culpa” é o tema da live Formação em Debate deste mês

No dia 23 de março às 19h, no Canal do Youtube da Fundação Podemos, acontecerá a live “Gasolina Cara: quem tem culpa” para debater os motivos do preço da gasolina ter subido tanto nos últimos meses. Na mesa de debate estarão Ricardo Calciolari, Diretor de Formação da Fundação Podemos e o Doutor Eric Gil Dantas, economista e doutor em Ciência pela Universidade Federal da Paraíba.

Até quem não possui veículos certamente já notou o aumento nos preços do litro de combustível nos postos de gasolina. Segundo a ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), o preço médio da gasolina aumentou 8,7%, após o reajuste realizado pela Petrobras no dia 11 de março. O valor médio do combustível foi de R$ 6,683, registrado entre os dias 6 e 12 de março, para R$ 7,267, apresentado entre os dias 13 e 19 de março.

Como o valor dos combustíveis impacta em toda a escala produtiva, a tendência é que o encarecimento dos produtos se agrave cada vez mais com o passar do tempo, especialmente devido à alta generalizada das commodities agrícolas e metálicas.

Mas qual é o motivo de tantos aumentos?  O preço do petróleo, a guerra na Ucrânia ou o Governo Brasileiro? Participe do debate e entenda as variáveis que impulsionam o preço da gasolina.

 

Serviço:
Data: 23/3
Horário: 19h
Local: Online, via Canal do Youtube da Fundação Podemos

Outras notícias
em destaque

06/05/2022

Fundação Podemos participa do Encontro Anual Educação Já 2022

leia mais
26/04/2022

Colaboradoras da Fundação Podemos contam como é ser mulher no ambiente político

leia mais
23/03/2022

“Gasolina Cara: quem tem culpa” é o tema da live Formação em Debate deste mês

leia mais
22/03/2022

Luziane Solon é eleita a primeira presidente do Conselho Nacional de Prefeitos do Podemos (CNPP)

leia mais
15/03/2022

Fundação elege presidência do Conselho de Prefeitos (CNPP)

leia mais
14/01/2022

Convocação dos membros do Conselho Curador

leia mais
Newsletter
Quer saber mais sobre nossa atuação e ficar por dentro das novidades da Fundação? Assine nossa newsletter.
Enviar